Os filmes da saga que deveriam ganhar versões estendidas…

Eu vou falar de um tópico meio pessoal aqui para vocês. Agora que a saga se encerrou com o episódio IX eu venho pensado na saga como um todo e como que eu gostaria que ela não fosse completamente deixada de lado para a criação de novas histórias.
Como vocês devem bem saber o famoso SnyderCut de Liga da Justiça está sendo preparado para vir pro ano que vem para os cinemas e recentemente o diretor de Poderoso Chefão, Francis Ford Coppola anunciou que iria lançar uma nova versão do terceiro filme da trilogia. Talvez uma onda de filmes que se completem estejam vindo, quem sabe Star Wars não se some a essa lista?

saga

Há algum tempo eu já venho falando aos meus amigos próximos, que seria interessante se a Lucasfilm liberasse uma versão estendida do Episódio III, a Vingança dos Sith, eu venho falando isso desde que descobri que o corte original do filme teria quatro horas de duração, mas vou entrar em detalhes mais para frente.

Ok, vamos lá… Os quatro filmes mais longos de Star Wars são, em ordem decrescente, “Os últimos Jedi” (2h e 33 min) depois vem “O Ataque dos Clones” (2h e 22 min), depois vem “A ascensão Skywalker” (2h e 22 min) e então “A Vingança dos Sith” (2h e 20 min), e são exatamente para estes quatro filmes que eu gostaria que tivesse uma versão estendida com algumas cenas deletadas, que apesar de tudo, (ao meu ver) são cruciais para entender a história de uma maneira mais completa (explicarei neste post em detalhes). A maioria das cenas foi cortada porque segundo George Lucas e a Lucasfilm, o pública de Star Wars (adolescentes por volta de 12 anos) não se interessariam por um filme tão longo, e embora eu respeite e concorde com isso, não justificaria o fato de não lançarem versões mais longos desses filmes em Blu-Ray para (quem quiser) comprar, creio que seria de interesse de vários fãs assistirem em casa versões mais longas e com mais cenas interessantes dos filmes que já amam.

Vou citar o que poderia ter a mais, filme por filme em ordem cronológica, quero lembrar vocês que apesar dessas cenas não estarem nas versões finais dos filmes, elas são consideradas Canon:

EPISÓDIO I: A AMEAÇA FANTASMA

Ideia opcional: Ok, vou falar primeiro do episódio I, sei que não mencionei antes porque não creio que uma versão estendida de “Ameaça Fantasma” seja mais importante do que desses outros quatro filmes, mas existem algumas cenas que seriam interessantes serem incorporadas na versão final:

Dawn Before the Race: É uma cena simples, em que Padmé acorda Anakin logo antes da corrida. Existe uma breve conversa entre R2 e C-3PO, mostrando um pouco mais sobre a amizade que durará por toda a saga.

Anakin’s Scuffle with Greedo: Essa é uma cena que eu acho que seria muito legal ter no filme, Anakin está lutando contra um Rodiano na rua porque ele o insultou, dizendo-o que ele trapaceou na corrida. Qui Gon aparece e para a briga, dá um ensinamento e sai com Anakin, quando o Rodiano se senta junto com os amigos, outro rodiano diz para ele “Conhece a regra Greedo, em Tatooine ninguém ataca primeiro”

Farewell to Jira: Anakin encontra aquela senhora que tinha uma tenda em Tatooine, ele lhe dá um pouco dos créditos que tem e conta que está livre, ela lhe dá um abraço e lhe deseja boa sorte. Qui Gon percebe que está sendo seguindo pela Probe Droide de Maul e a destrói, eles começam a correr até a nave.

Outra cena adicional que nunca foi mostrada para nós:

Chanceler Valorum confronta Palpatine sobre voto de desconfiança: Essa cena nunca apareceu em nenhum DVD ou Blu Ray mas sabemos que ela existe, seria interessante ver essa intriga política, mostrando um pouquinho mais o carater manipulativo da Palpatine.

Episódio II: Ataque dos Clones

Agora vou começar o que estava planejando desde o começo desse post (risos). O Ataque dos Clones é um filme que mostra de um lado o Romance de Anakin e Padmé e de outro a intriga política na trama por trás da tentativa de assassinato da senadora. A crise separatista, o evento que dá inicio as Guerras Clônicas não é completamente abordado, parecem que algumas peças estão faltando, não me julguem, eu amo de paixão esse filme, mas acho que mostrar a crise separatista como um todo seria a cobertura que falta no bolo, além disso, algumas cenas de Padme e Anakin em Naboo:

Padmé Addresses the Senate: Essa cena me faz chorar toda a vez que me lembro que ela foi cortada, é talvez a cena que com certeza não deveria ter sido cortada e deve com certeza estar numa versão estendida do filme. Nessa cena, Padmé vai ao senado depois do atentado contra sua vida e dá uns dos discursos mais fortes de toda a saga. Eu realmente aconselho vocês a verem essa cena no Youtube. Ela apresenta a situação que a República se encontra na crise separatista, bem resumida a ponto de mostrar claramente que não existem vilões e heróis nesse conflito, os separatistas não são o Império, eles acreditam que não a República não funciona mais e querem sair e formar sua própria Confederação.

The Lost Twenty: Essa cena dá um excelente BackGround para o Conde Dokan, não é bem uma cena deletada, seria a extensão cortada de uma cena já existente. Quando Obi Wan está esperando a Bibliotecária do Templo Jedi para perguntar sobre Kamino, ele está olhando para um busto de Conde Dokan, a bibliotecária diz brevemente a história de Dokan e como ele era, eu acredito que seria uma cena muito interessante e explicativa e com certeza não deveria faltar numa versão estendida deste filme.

Obi-Wan and Mace – Jedi Landing Platform: Essa cena vem com um “talvez”, pois algumas (poucas) de suas falas foram usadas em uma outra conversa entre Mace e Obi Wan, mas nada que uma edição resolveria. Nela Obi Wan conversa com Mace sobre sua preocupação com o fato de Kamino não estar nos arquivos Jedi, depois Obi Wan diz que está preocupado com Anakin, com a ligação emocional que ele possui com Padmé e sobre o fato de Mace e Yoda terem dito que ele era muito velho para ter começado o treinamento, Mace responde com “Você tem que confiar que ele tomará a decisão correta”. Acredito que essa cena mostraria que Obi Wan não estava completamente ignorante quanto aos sentimentos de Anakin, ele estava preocupado.

Extended Arrival on Naboo; Nessa cena, Padmé conta sobre seu passado e fala um pouco sobre sua família e sua carreira política, como o próprio nome diz, é uma cena estendida da conversa que temos no filme entre Anakin e Padmé logo quando eles chegam no Palácio da Capital. É uma ótima interação entre Anakin e Padmé, em que ela conta seu desejo de ter uma família como sua irmã.

Padmé’s Parents’ House e Padmé’s Bedroom: Nessas duas cenas, Anakin e Padmé vão para a casa dos Naberrie (Pais de Padmé), é uma cena que mostra a Anakin o que é ter uma família, conhecemos a irmã de Padmé e suas sobrinhas (sim, Luke e Leia têm primas). O mais importante é que todas essas pessoas aparecem no funeral de Padmé no próximo filme, creio que isso daria um valor sentimental um pouco maior para aquela cena. Depois, Padmé mostra o seu quarto para Anakin, mostrando seu trabalho humanitário em sua carreira política. Essa cena contribui tanto para conhecermos mais sobre Padmé e a situação em que ela se encontra e entra um pouco mais a fundo no romance de Anakin e Padmé, creio que seria muito interessante ver isso numa versão do filme.

Dooku Interrogates Padmé: Anakin e Padmé são interrogados por Conde Dokan, nessa cena Padmé pede que Dokan entregue Obi Wan, mas Dokan diz que Geonosis não aceita a soberania da República e pede que Naboo se una a Confederação, essa cena mostra muito bem o lado separatista da guerra, Dokan professa (apesar de falsamente) um manifesto, “A República não pode ser arrumada, temos que começar tudo de novo”. Creio que essa cena seria também de extrema importância para o filme, já que entregaria qual ideia está sendo vendida por Dokan.

Anakin and Padmé on Trial: Não é uma cena importante, apenas o líder de Geonosis dando a sentença de Anakin e Padmé antes da cena da Arena.

EPISÓDIO III: A VINGANÇA DOS SITH

Tá, primeiro, esse filme é o meu favorito com certeza, mas quando eu descobri que a versão original do filme teria 4 horas e que várias cenas que foram cortadas hoje são consideradas Canon pelo Story Group da Lucasfilm eu confesso que fiquei revoltado (risos), como assim tem uma mega versão do meu filme favorito e eu não posso nem ver?

“Isso é injusto” diria Anakin, e o pior é que várias dessas cenas ainda não foram nem mostradas e nós nem sabemos que existem, mas eu vou falar as que sei e que acho mais importantes.

A primeira coisa que sei é que a batalha de Coruscant, até o momento que Palpatine é resgatado, na versão original duraria uma hora. Seria interessante ver tudo o que acontece nessa batalha, embora eu não acredito que uma versão estendida do filme iria alonga-lo a este ponto, porque numa das cenas, Grievous mata Shaak Ti, o que não é Canon (quem mata ela é Anakin), mas aqui irei falar apenas das cenas que são (ou podem ser) Canon:

Elevator Antics: Esta cena mostra alguns momentos de descontração entre Anakin e Obi Wan, para nós (ou para mim pelo menos) acostumados com The Clone Wars, é comum ver momentos em que os dois Jedi brincam no meio de uma situação. Acho que seria interessante e colocaria mais emoção no filme, daria um sentido maior para a frase “Você era meu irmão, eu amava você”.

Changes to Constitution: Nessa cena, Palpatine conta para Anakin que fará mudanças na constituição e que o senado permitiu que ele tomasse controle do Conselho Jedi. Além disso, vemos Palpatine manipulando Anakin o convencendo de que vencer a guerra era a prioridade.

Sub-plot da aliança rebelde: Esse é um conjunto de cenas que mostra a formação da rebelião no senado, começando com uma luta contra as mudanças na constituição realizadas por Palpatine. Nela, Bail, Mon Mothma e Padmé iniciam o movimento que depois vai culminar na formação da Rebelião. Acho que adicionar esse plot no filme é extremamente importante, não poderia faltar numa versão estendida, com certeza, mostrando a ascensão do Império dentro da República minuto por minuto no fim da guerra.

A Plot to Destroy the Jedi?: Essa é outra cena em que algumas falas foram usadas em outra cena, mas creio que ela tem importância, pois os Jedi discutem o plano de prender o chanceler após Grievous ser derrotado, caso ele não abra mão dos seus poderes emergências. Ali eles discutem também como o chanceler tomou o controle do conselho Jedi.

Obi Wan visita Padmé em Coruscant: Essa cena nunca foi mostrada mas é mencionada no filme, é quando Obi Wan visita Padmé para falar sobre Anakin antes de ir atrás do General Grievous, essa cena existe na adaptação em quadrinhos do filme e ela foi gravada, mas nunca apareceu em tela, é uma cena interessante em que Obi Wan diz para Padmé que sabe sobre a ligação emocional de ambos e pede para ela ajudá-lo.

Yoda Communes with Qui-Gon: Nessa cena Qui Gon conversa com Yoda logo antes aparecer e avisar que Obi Wan chegou. Acho que essa cena seria boa para explicar um pouco sobre Force Ghosts durante o filme.

Yoda Exiled to Dagobah: Yoda chegando a Dagobah é uma cena curta e não adiciona muita coisa pro filme porém ia ser muito bacana ver numa versão estendida.

Parece que existem versões estendidas da luta entre Yoda e Darth Sidious, da luta entre Obi Wan e os magna guards antes de lutar contra Grievous (já foi dito que essa seria a melhor luta de Star Wars), porém não creio que seja de extrema importância.

Obs: Trilogia original e o Despertar da Força

Só para avisar, não há nenhum filme da trilogia original justamente porque os DVDs e Blu Rays que compramos hoje são das versões especiais dos filmes, as cenas que deveriam ser adicionadas já estão lá e o Despertar da Força tem o problema de suas cenas adicionais com Carrie Fisher terem sido usadas em Rise of Skywalker.

EPISÓDIO VIII: OS ÚLTIMOS JEDI

Os últimos Jedi é o filme mais longo da franquia, com 2h e 30 minutos de duração, porém para que o filme não ficasse muito longo algumas cenas foram cortadas da edição final pois o filme corria o risco de ser muito longo e ter quase três horas de duração (o que para mim não seria um problema).

Algumas cenas que faltaram que deveriam fazer parte do filme numa versão estendida:

Luke Has a Moment: Luke chorando após descobrir sobre a morte de Han Solo. Creio que querer um filme menor não justifica cortar tantas cenas boas, entendo porque a Lucasfilm tem tanto medo de deixar os filmes grandes demais, adoro a versão estendida de O Senhor dos Anéis mas sei que poucas pessoas iriam ver quatro horas de filme no cinema, mas com certeza acho que nós veríamos quatro horas de filme de Star Wars em casa.

Poe: Not Much of a Sewer: Nessa cena Finn diz para Poe que não quer ser parte da resistência, creio que seria interessante mostrar como o inicio do Arco de Finn até ele se tornar parte da Resistência no final do filme.

Caretaker Village Sequence: É a terceira lição de Rey. Nela, Luke diz que a vila das cuidadoras estava sendo atacada e que um Jedi não deveria fazer nada, mas Rey corre para salvá-las. Creio que é uma cena extremamente importante para fechar o arco da arrogância dos Jedi que esse filme se importou tanto em fechar. Essa cena é extremamente importante para fechar o arco que se iniciou nas Prequels.

Phasma Squealed Like a Whoop Hog: Nesta cena, Phasma levanta após Poe ter destruído seu capacete e cerca Finn com suas tropas o chamando de traidor, mas Finn começa a falar sobre o que aconteceu na base Starkiller, que Phasma desativou os escudos da base quando sua vida estava em risco, suas tropas começam a parecer que questionam a sua lealdade e ela mata seus próprios soldados, seria uma cena muito boa que não poderia faltar na versão final do filme. (essa cena não é considerada Canon (ainda), mas facilmente poderia ser).

EPISÓDIO IX: A ASCENSÃO SKYWALKER

Agora, esse é um pouco mais difícil porque eu não sei muito bem que cenas estão faltando no filme, então vou fazer um breve comentário.

De acordo com o roteirista do filme, há várias cenas de Leia e uma explicação sobre o retorno de Palpatine que foram cortadas da versão final do filme, acho que seria interessante ver isso numa versão final. Alguns fãs já estão pedindo uma “Director’s cut” do filme, mas acho que só desse filme não basta, todos os anteriores (dessa lista) também merecem, espero que isso aconteça num futuro próximo.

Bem gente, era isso que eu queria dizer, talvez esse tenha sido uns dos meus artigos mais longos, mas mereceu ser, espero que tenhamos uma versão estendida para cada filme, eu amo esses filmes, cada um deles, imensamente, eu amaria ver versões com mais cenas e mais completas deles em casa e quem sabe não poderiam lançar no cinema também (risos)…

Este slideshow necessita de JavaScript.

Obrigado por ler tudo isso pessoal, obrigado mesmo.

May the force be with you, always

~GreyJedi

Roteirista explica retorno de Palpatine (SPOILER)

Nunca é explicado no filme como Palpatine retorna em Rise of Skywalker, apenas vemos seu corpo deformado naquela maquina gigante, sabemos apenas que ele morreu mesmo em “O Retorno de Jedi” já que ele diz claramente “Eu já morri uma vez…”.

Resultado de imagem para palpatine rise of skywalker

Mas enfim, hoje foi explicado qual é a situação de Palpatine no episódio IX, aparentemente é mais uma “entidade” do que um ser vivo, ele está usando a Força para poder se agarrar ao minimo possível de vida, ele está com um pé no mundo dos vivos e o outro está no mundo dos mortos, por assim dizer.

Ele está muito mais fraco do que quando o vimos nos episódios anteriores, é praticamente uma possessão sombria, apenas uma fração do seu espirito está presente na galáxia. O roteirista do filme, Chriss Terrio, em uma entrevista recente, disse que:

“A fonte do mal é agora este espirito sombrio ansiando por vingança e com tempo contado. A entidade conhecida como Palpatine nesta versão -seu corpo morreu em O Retorno de Jedi – é paciente e esteve esperando.”

O mais provável é que o espirito de Palpatine está com pelo menos uma parte de seu espirito habitando aquele cadáver (que provavelmente é de um clone), e está fazendo de tudo para poder manter aquele corpo vivo, porém o mais interessante é que ele está bem fraco, por isso que seu plano não é voltar e governar a Galáxia e sim fazer com que Rey seja a Imperatriz em seu lugar e fazer com que os Sith retornem para a Galáxia, pois ele sabe que seus dias estão contados. É apenas depois de conseguir usar o “Force Drain” para roubar a essência da díade entre Ben e Rey para poder voltar a vida e então isso o ajudou a voltar a vida e a recuperar seu poder, ou pelo menos uma parte suficientemente grande dele para conseguir liberar uma tempestade de relâmpagos sobre os céus de Exegol.

Enfim, é isso que eu tenho para informar…

Boa sorte a todos e todas

May The Force be with you

~GreyJedi

De Prólogo a Epílogo, a Saga Skywalker (SPOILER)

No ultimo ano a saga Skywalker chegou ao fim com o episódio IX: “A ascensão Skywalker”, agora se a saga realmente acabou ou se ela terá mais um filme daqui a dez ou vinte anos eu não poderei responder, mas estou aqui para falar alguns fatos interessantes sobre a estrutura narrativa.

Eu já assisti ao episódio IX quatro vezes, e estava pensando sobre como a saga foi escrita ao longo desses 43 anos. Achei interessante algo que gostaria de compartilhar com vocês.

Se pensarmos em termos de livros, podemos dizer que a saga é um grande livro dividido em nove partes, porém, a narrativa principal se dá entorno da trilogia clássica (episódios IV, V e VI), uma história que começa “in media res”, ou seja, no meio da história. Somos lançados em Tatooine no conflito da Rebelião contra o Império. Então, logo temos mais dois filmes e aquela história se fecha em “O Retorno de Jedi”.

No começo do século, George Lucas apresentou seus outros três filmes, as prequelas ou prequels, que apresentam todo o principio narrativo da sua história, conhecemos mais profundamente Anakin, Obi Wan, Yoda e outros personagens, e como eles foram parar nos pontos específicos em que se começou o episódio IV. As prequels apresentam então um prólogo, iniciando uma história própria que mostra como a situação da galáxia era e como se tornou aquela que encontramos em “Uma nova esperança”, porém, algo interessante acontece se começarmos a analisar as prequels. Os episódios II e III (Ataque dos Clones e A Vingança dos Sith) ocorrem no mesmo cenário, a crise separatista, as guerras clônicas, o fim da República e etc, mas o episódio I (A Ameaça Fantasma) se passa bem antes dos episódios II e III, contando uma história que serve, de novo, de prólogo independente para essas duas histórias.

O episódio I é fechado em sua própria narrativa, claro, apresenta todos os arcos que serão explorados futuramente, mas ele está fechado em um evento e história próprios, a crise de Naboo é o começo da ascensão dos Sith, a posse de Palpatine como Chanceler e o inicio do treinamento de Anakin, porém, essa narrativa está fora do contexto das guerras clônicas (apesar de estar relacionada) que será apresentada no próximo episódio, essa característica faz com que “A ameaça fantasma” seja um “prólogo do prólogo” por assim dizer, a tal ponto que alguns dizem que não se faz necessário para o entendimento da saga de um leigo assistir ao primeiro filme, dizendo que eles podem pular o filme ao iniciar uma maratona, então eles fazem ordens para maratonar a saga sem precisar ver o episódio I, o que eu sou completamente contra! Um prólogo é um prólogo, se tá ali é pra ver e pronto, principalmente com o episódio IX buscando arcos do episódio I para construir sua história.

Mas enfim, agora vamos segui em frente. Continuamos agora para as sequências, temos os episódios VII, VIII e IX, que apresentam uma história que também começa “In Media Res” como o episódio IV começou. O episódio VII (O Desperar da Força) nos joga no meio dos seus principais temas, o conflito entre a Primeira Ordem e a Resistência, o sumiço de Luke Skywalker e Ben Solo no lado Sombrio. Nas sequências, somos levados a uma nova narrativa, vemos os personagens da trilogia original em seus momentos finais, lutando suas ultimas lutas, essa trilogia serve de epílogo para a história como um todo. Os episódios VII e VIII (Despertar da Força e Os Últimos Jedi) nos levam a Resistência desesperada para encontrar Luke Skywalker, como uma tentativa de virar a maré da guerra e poderem vencer a Primeira Ordem. O episódio IX (A Ascensão Skywalker) trás uma narrativa diferente, apresentando uma nova situação para os nossos heróis terem de lidar, dessa forma, ele está separado dos filmes anteriores apresentando sua própria história dentro do contexto, de maneira bem semelhante ao episódio I, dessa forma, podemos dizer que o episódio IX seria o “Epílogo do Epílogo” .

Ambos os episódios I e IX apresentam uma narrativa própria, com uma situação bem especifica que no primeiro caso irá gerar a situação em que a saga começará e no segundo caso terminará. É interessante perceber que a mesma narrativa que abre a saga é a mesma que a fechará, um episódio independente, um vilão que apareceu do nada com um plano mirabolante que nós como audiência não entendemos muito bem, mas é o grande plot do vilão, com um grande plot twist para aquela narrativa em particular. Os Jedi, por ironia do destino caem em Tatooine e encontram Anakin, que receberá treinamento para se tornar um Jedi, Anakin que por sua vez é o escolhido que irá destruir os Sith, mas pera, os Sith não morreram? Não, apareceu um Sith agora mesmo em Tatooine, da mesma forma que na inversão de narrativa, os Sith estão tentando retornar para a Galáxia, é um ultimo plano de Palpatine para que Rey e Ben Solo se tornem os primeiros de uma nova linhagem de Lordes Sith, e Rey é uma Jedi em treinamento, que por ironia do destino descobre no meio da história que é neta do Imperador, agora ela tem a missão de derrotá-lo até o fim do filme, conveniente, não?

A história se fecha como começou, com seus respectivos prólogo, história principal e epílogo e com dois filmes apresentando seus pontos inicial e final independentes, com duas pequenas histórias que servirão de pontos de divergência e convergência para as diversas narrativas da saga.

Bem… Só queria falar isso, sei que pode parecer meio obvio mas tava com vontade de escrever isso em algum lugar (risos)

Um Feliz Ano Novo a todos e

May the Force be With You, Always!

~GreyJedi

O Plano de Sidious desde “O Despertar da Força” (Spoiler)

O Guia Visual de Rise of Skywalker saiu e está contando vários detalhes sobre o filme que não estão lá. Ele finalmente coloca luz na escuridão e agora podemos entender a extensão dos planos do poderoso Lorde Sith.

Snoke sempre foi manipulado por Palpatine, porém ambos eram indivíduos separados, a verdade era que Snoke foi criado por Palpatine, principalmente para servir como um teste, tanto para Rey quanto para Kylo Ren, para que ambos pudessem ascender ao trono sombrio como os novos Sith.

A ideia era realmente que Kylo e Rey pudessem matar Snoke para testá-los, de tal forma que ele poderia ter certeza se ambos eram realmente dignos de ascender no trono sombrio como a vanguarda do retorno dos Sith.

Ele precisava saber se Kylo Ren era poderoso e ao mesmo tempo, queria saber se ele pensava da forma como um Lorde Sith pensaria, precisava ser ardil e inteligente, trair seu Mestre, matá-lo e tomar o seu lugar, apenas quando isso acontece, o Imperador pode mostrar a sua face ao novo Líder Supremo e concluir seu plano.

Desde o começo, o Imperador não planejava retornar à vida, ele queria ter um sucessor, ou melhor, dois sucessores e dar inicio aos novos Sith. É dito inclusive que o Imperador ajudou Kylo a matar Snoke, ele propositalmente garantiu que naquele momento ele não consegue conseguisse perceber que o sabre de luz de Anakin estava movendo ao seu lado, a criação de Snoke foi toda construída para aquele momento. Snoke tinha apenas uma fraqueza, sua fraqueza era seu foco, no momento em que Kylo tenta matá-lo, ele está focado nos pensamentos de seu pupilo a tal ponto que ele não consegue perceber nada mais em seu ambiente.

Snoke acreditava que estava testando a capacidade de seu aprendiz dentro do Lado Sombrio, mas a verdade é que sem saber, ele estava testando se seu aprendiz era digno de herdar o legado dos Sith.

Dessa forma, faz sentido os sonhos de Rey, ela junto a Kylo Ren no trono sombrio, se ambos não fossem uma díade da Força, Palpatine nunca retornaria, esse nunca foi seu plano, já que ele não esperava por isso. Se não fosse por Leia, a raiva poderia ter consumido Rey e ela e Kylo teriam ido para Exegol juntos, ou talvez apenas ela, após matar Kylo.

May the force be with you

~GreyJedi

 

Disney confirma que Anakin Skywalker ainda é o Escolhido… (SPOILER)

Após Rise of Skywalker, muitas pessoas começaram a comentar que Rey poderia ser a verdadeira escolhida, devido à sua imensa capacidade de controlar a Força e seu poder na nova trilogia.

Outro fato que gerou muitas críticas foi que em Rise of Skywalker, Palpatine retorna dos mortos e tenta fazer com que os Sith retornem, mas é derrotado pela sua própria neta que consegue usar seus próprios relâmpagos da Força contra ele, e isso destruiria a importância do sacrífico de Vader e a Profecia do Escolhido. Mas ao que parece, não é bem assim, a verdade é que o lado sombrio sempre retorna a galáxia, eles sempre tentam dominá-la e às vezes conseguem, mas sempre surgirá alguém para derrotá-lo, um dia foi Anakin, o Escolhido, hoje é Rey que teve essa função.

Pela primeira vez no visual guide de Star Wars Rise of Skywalker foi apresentada a profecia do escolhido da maneira como ela foi criada, é dito nesse livro: “A antiga profecia previu o fim dos Sith, mas nunca previu o fim da escuridão”, Darth Sidious morreu durante os eventos do episódio VI, e os Sith acabaram por um tempo, mas retornaram.

A profecia diz que “O momento entre sopros é o equilíbrio da Força, entre vida e morte, descanso e ação, serenidade e paixão, esperança e desespero”, o equilíbrio da Força não é algo eterno, será alcançado, é no momento entre sopros que o equilíbrio é alcançado, mas não dura eternamente. Este já foi o tema principal de várias histórias do Legends e foi um dos temas apresentados em “The Last Jedi”.

Então temos confirmação que sim, Anakin continua sendo o escolhido da profecia que previu que o Grande Plano dos Sith que durou mil anos para ser construído, passando de mestre para aprendiz, seria destruído por Anakin, mas isso não significa o fim da escuridão, nem o fim dos Sith, pelo menos para sempre.

Até mais pessoal.

May the force be with you

~GreyJedi