Os filmes da saga que deveriam ganhar versões estendidas…

Eu vou falar de um tópico meio pessoal aqui para vocês. Agora que a saga se encerrou com o episódio IX eu venho pensado na saga como um todo e como que eu gostaria que ela não fosse completamente deixada de lado para a criação de novas histórias.
Como vocês devem bem saber o famoso SnyderCut de Liga da Justiça está sendo preparado para vir pro ano que vem para os cinemas e recentemente o diretor de Poderoso Chefão, Francis Ford Coppola anunciou que iria lançar uma nova versão do terceiro filme da trilogia. Talvez uma onda de filmes que se completem estejam vindo, quem sabe Star Wars não se some a essa lista?

saga

Há algum tempo eu já venho falando aos meus amigos próximos, que seria interessante se a Lucasfilm liberasse uma versão estendida do Episódio III, a Vingança dos Sith, eu venho falando isso desde que descobri que o corte original do filme teria quatro horas de duração, mas vou entrar em detalhes mais para frente.

Ok, vamos lá… Os quatro filmes mais longos de Star Wars são, em ordem decrescente, “Os últimos Jedi” (2h e 33 min) depois vem “O Ataque dos Clones” (2h e 22 min), depois vem “A ascensão Skywalker” (2h e 22 min) e então “A Vingança dos Sith” (2h e 20 min), e são exatamente para estes quatro filmes que eu gostaria que tivesse uma versão estendida com algumas cenas deletadas, que apesar de tudo, (ao meu ver) são cruciais para entender a história de uma maneira mais completa (explicarei neste post em detalhes). A maioria das cenas foi cortada porque segundo George Lucas e a Lucasfilm, o pública de Star Wars (adolescentes por volta de 12 anos) não se interessariam por um filme tão longo, e embora eu respeite e concorde com isso, não justificaria o fato de não lançarem versões mais longos desses filmes em Blu-Ray para (quem quiser) comprar, creio que seria de interesse de vários fãs assistirem em casa versões mais longas e com mais cenas interessantes dos filmes que já amam.

Vou citar o que poderia ter a mais, filme por filme em ordem cronológica, quero lembrar vocês que apesar dessas cenas não estarem nas versões finais dos filmes, elas são consideradas Canon:

EPISÓDIO I: A AMEAÇA FANTASMA

Ideia opcional: Ok, vou falar primeiro do episódio I, sei que não mencionei antes porque não creio que uma versão estendida de “Ameaça Fantasma” seja mais importante do que desses outros quatro filmes, mas existem algumas cenas que seriam interessantes serem incorporadas na versão final:

Dawn Before the Race: É uma cena simples, em que Padmé acorda Anakin logo antes da corrida. Existe uma breve conversa entre R2 e C-3PO, mostrando um pouco mais sobre a amizade que durará por toda a saga.

Anakin’s Scuffle with Greedo: Essa é uma cena que eu acho que seria muito legal ter no filme, Anakin está lutando contra um Rodiano na rua porque ele o insultou, dizendo-o que ele trapaceou na corrida. Qui Gon aparece e para a briga, dá um ensinamento e sai com Anakin, quando o Rodiano se senta junto com os amigos, outro rodiano diz para ele “Conhece a regra Greedo, em Tatooine ninguém ataca primeiro”

Farewell to Jira: Anakin encontra aquela senhora que tinha uma tenda em Tatooine, ele lhe dá um pouco dos créditos que tem e conta que está livre, ela lhe dá um abraço e lhe deseja boa sorte. Qui Gon percebe que está sendo seguindo pela Probe Droide de Maul e a destrói, eles começam a correr até a nave.

Outra cena adicional que nunca foi mostrada para nós:

Chanceler Valorum confronta Palpatine sobre voto de desconfiança: Essa cena nunca apareceu em nenhum DVD ou Blu Ray mas sabemos que ela existe, seria interessante ver essa intriga política, mostrando um pouquinho mais o carater manipulativo da Palpatine.

Episódio II: Ataque dos Clones

Agora vou começar o que estava planejando desde o começo desse post (risos). O Ataque dos Clones é um filme que mostra de um lado o Romance de Anakin e Padmé e de outro a intriga política na trama por trás da tentativa de assassinato da senadora. A crise separatista, o evento que dá inicio as Guerras Clônicas não é completamente abordado, parecem que algumas peças estão faltando, não me julguem, eu amo de paixão esse filme, mas acho que mostrar a crise separatista como um todo seria a cobertura que falta no bolo, além disso, algumas cenas de Padme e Anakin em Naboo:

Padmé Addresses the Senate: Essa cena me faz chorar toda a vez que me lembro que ela foi cortada, é talvez a cena que com certeza não deveria ter sido cortada e deve com certeza estar numa versão estendida do filme. Nessa cena, Padmé vai ao senado depois do atentado contra sua vida e dá uns dos discursos mais fortes de toda a saga. Eu realmente aconselho vocês a verem essa cena no Youtube. Ela apresenta a situação que a República se encontra na crise separatista, bem resumida a ponto de mostrar claramente que não existem vilões e heróis nesse conflito, os separatistas não são o Império, eles acreditam que não a República não funciona mais e querem sair e formar sua própria Confederação.

The Lost Twenty: Essa cena dá um excelente BackGround para o Conde Dokan, não é bem uma cena deletada, seria a extensão cortada de uma cena já existente. Quando Obi Wan está esperando a Bibliotecária do Templo Jedi para perguntar sobre Kamino, ele está olhando para um busto de Conde Dokan, a bibliotecária diz brevemente a história de Dokan e como ele era, eu acredito que seria uma cena muito interessante e explicativa e com certeza não deveria faltar numa versão estendida deste filme.

Obi-Wan and Mace – Jedi Landing Platform: Essa cena vem com um “talvez”, pois algumas (poucas) de suas falas foram usadas em uma outra conversa entre Mace e Obi Wan, mas nada que uma edição resolveria. Nela Obi Wan conversa com Mace sobre sua preocupação com o fato de Kamino não estar nos arquivos Jedi, depois Obi Wan diz que está preocupado com Anakin, com a ligação emocional que ele possui com Padmé e sobre o fato de Mace e Yoda terem dito que ele era muito velho para ter começado o treinamento, Mace responde com “Você tem que confiar que ele tomará a decisão correta”. Acredito que essa cena mostraria que Obi Wan não estava completamente ignorante quanto aos sentimentos de Anakin, ele estava preocupado.

Extended Arrival on Naboo; Nessa cena, Padmé conta sobre seu passado e fala um pouco sobre sua família e sua carreira política, como o próprio nome diz, é uma cena estendida da conversa que temos no filme entre Anakin e Padmé logo quando eles chegam no Palácio da Capital. É uma ótima interação entre Anakin e Padmé, em que ela conta seu desejo de ter uma família como sua irmã.

Padmé’s Parents’ House e Padmé’s Bedroom: Nessas duas cenas, Anakin e Padmé vão para a casa dos Naberrie (Pais de Padmé), é uma cena que mostra a Anakin o que é ter uma família, conhecemos a irmã de Padmé e suas sobrinhas (sim, Luke e Leia têm primas). O mais importante é que todas essas pessoas aparecem no funeral de Padmé no próximo filme, creio que isso daria um valor sentimental um pouco maior para aquela cena. Depois, Padmé mostra o seu quarto para Anakin, mostrando seu trabalho humanitário em sua carreira política. Essa cena contribui tanto para conhecermos mais sobre Padmé e a situação em que ela se encontra e entra um pouco mais a fundo no romance de Anakin e Padmé, creio que seria muito interessante ver isso numa versão do filme.

Dooku Interrogates Padmé: Anakin e Padmé são interrogados por Conde Dokan, nessa cena Padmé pede que Dokan entregue Obi Wan, mas Dokan diz que Geonosis não aceita a soberania da República e pede que Naboo se una a Confederação, essa cena mostra muito bem o lado separatista da guerra, Dokan professa (apesar de falsamente) um manifesto, “A República não pode ser arrumada, temos que começar tudo de novo”. Creio que essa cena seria também de extrema importância para o filme, já que entregaria qual ideia está sendo vendida por Dokan.

Anakin and Padmé on Trial: Não é uma cena importante, apenas o líder de Geonosis dando a sentença de Anakin e Padmé antes da cena da Arena.

EPISÓDIO III: A VINGANÇA DOS SITH

Tá, primeiro, esse filme é o meu favorito com certeza, mas quando eu descobri que a versão original do filme teria 4 horas e que várias cenas que foram cortadas hoje são consideradas Canon pelo Story Group da Lucasfilm eu confesso que fiquei revoltado (risos), como assim tem uma mega versão do meu filme favorito e eu não posso nem ver?

“Isso é injusto” diria Anakin, e o pior é que várias dessas cenas ainda não foram nem mostradas e nós nem sabemos que existem, mas eu vou falar as que sei e que acho mais importantes.

A primeira coisa que sei é que a batalha de Coruscant, até o momento que Palpatine é resgatado, na versão original duraria uma hora. Seria interessante ver tudo o que acontece nessa batalha, embora eu não acredito que uma versão estendida do filme iria alonga-lo a este ponto, porque numa das cenas, Grievous mata Shaak Ti, o que não é Canon (quem mata ela é Anakin), mas aqui irei falar apenas das cenas que são (ou podem ser) Canon:

Elevator Antics: Esta cena mostra alguns momentos de descontração entre Anakin e Obi Wan, para nós (ou para mim pelo menos) acostumados com The Clone Wars, é comum ver momentos em que os dois Jedi brincam no meio de uma situação. Acho que seria interessante e colocaria mais emoção no filme, daria um sentido maior para a frase “Você era meu irmão, eu amava você”.

Changes to Constitution: Nessa cena, Palpatine conta para Anakin que fará mudanças na constituição e que o senado permitiu que ele tomasse controle do Conselho Jedi. Além disso, vemos Palpatine manipulando Anakin o convencendo de que vencer a guerra era a prioridade.

Sub-plot da aliança rebelde: Esse é um conjunto de cenas que mostra a formação da rebelião no senado, começando com uma luta contra as mudanças na constituição realizadas por Palpatine. Nela, Bail, Mon Mothma e Padmé iniciam o movimento que depois vai culminar na formação da Rebelião. Acho que adicionar esse plot no filme é extremamente importante, não poderia faltar numa versão estendida, com certeza, mostrando a ascensão do Império dentro da República minuto por minuto no fim da guerra.

A Plot to Destroy the Jedi?: Essa é outra cena em que algumas falas foram usadas em outra cena, mas creio que ela tem importância, pois os Jedi discutem o plano de prender o chanceler após Grievous ser derrotado, caso ele não abra mão dos seus poderes emergências. Ali eles discutem também como o chanceler tomou o controle do conselho Jedi.

Obi Wan visita Padmé em Coruscant: Essa cena nunca foi mostrada mas é mencionada no filme, é quando Obi Wan visita Padmé para falar sobre Anakin antes de ir atrás do General Grievous, essa cena existe na adaptação em quadrinhos do filme e ela foi gravada, mas nunca apareceu em tela, é uma cena interessante em que Obi Wan diz para Padmé que sabe sobre a ligação emocional de ambos e pede para ela ajudá-lo.

Yoda Communes with Qui-Gon: Nessa cena Qui Gon conversa com Yoda logo antes aparecer e avisar que Obi Wan chegou. Acho que essa cena seria boa para explicar um pouco sobre Force Ghosts durante o filme.

Yoda Exiled to Dagobah: Yoda chegando a Dagobah é uma cena curta e não adiciona muita coisa pro filme porém ia ser muito bacana ver numa versão estendida.

Parece que existem versões estendidas da luta entre Yoda e Darth Sidious, da luta entre Obi Wan e os magna guards antes de lutar contra Grievous (já foi dito que essa seria a melhor luta de Star Wars), porém não creio que seja de extrema importância.

Obs: Trilogia original e o Despertar da Força

Só para avisar, não há nenhum filme da trilogia original justamente porque os DVDs e Blu Rays que compramos hoje são das versões especiais dos filmes, as cenas que deveriam ser adicionadas já estão lá e o Despertar da Força tem o problema de suas cenas adicionais com Carrie Fisher terem sido usadas em Rise of Skywalker.

EPISÓDIO VIII: OS ÚLTIMOS JEDI

Os últimos Jedi é o filme mais longo da franquia, com 2h e 30 minutos de duração, porém para que o filme não ficasse muito longo algumas cenas foram cortadas da edição final pois o filme corria o risco de ser muito longo e ter quase três horas de duração (o que para mim não seria um problema).

Algumas cenas que faltaram que deveriam fazer parte do filme numa versão estendida:

Luke Has a Moment: Luke chorando após descobrir sobre a morte de Han Solo. Creio que querer um filme menor não justifica cortar tantas cenas boas, entendo porque a Lucasfilm tem tanto medo de deixar os filmes grandes demais, adoro a versão estendida de O Senhor dos Anéis mas sei que poucas pessoas iriam ver quatro horas de filme no cinema, mas com certeza acho que nós veríamos quatro horas de filme de Star Wars em casa.

Poe: Not Much of a Sewer: Nessa cena Finn diz para Poe que não quer ser parte da resistência, creio que seria interessante mostrar como o inicio do Arco de Finn até ele se tornar parte da Resistência no final do filme.

Caretaker Village Sequence: É a terceira lição de Rey. Nela, Luke diz que a vila das cuidadoras estava sendo atacada e que um Jedi não deveria fazer nada, mas Rey corre para salvá-las. Creio que é uma cena extremamente importante para fechar o arco da arrogância dos Jedi que esse filme se importou tanto em fechar. Essa cena é extremamente importante para fechar o arco que se iniciou nas Prequels.

Phasma Squealed Like a Whoop Hog: Nesta cena, Phasma levanta após Poe ter destruído seu capacete e cerca Finn com suas tropas o chamando de traidor, mas Finn começa a falar sobre o que aconteceu na base Starkiller, que Phasma desativou os escudos da base quando sua vida estava em risco, suas tropas começam a parecer que questionam a sua lealdade e ela mata seus próprios soldados, seria uma cena muito boa que não poderia faltar na versão final do filme. (essa cena não é considerada Canon (ainda), mas facilmente poderia ser).

EPISÓDIO IX: A ASCENSÃO SKYWALKER

Agora, esse é um pouco mais difícil porque eu não sei muito bem que cenas estão faltando no filme, então vou fazer um breve comentário.

De acordo com o roteirista do filme, há várias cenas de Leia e uma explicação sobre o retorno de Palpatine que foram cortadas da versão final do filme, acho que seria interessante ver isso numa versão final. Alguns fãs já estão pedindo uma “Director’s cut” do filme, mas acho que só desse filme não basta, todos os anteriores (dessa lista) também merecem, espero que isso aconteça num futuro próximo.

Bem gente, era isso que eu queria dizer, talvez esse tenha sido uns dos meus artigos mais longos, mas mereceu ser, espero que tenhamos uma versão estendida para cada filme, eu amo esses filmes, cada um deles, imensamente, eu amaria ver versões com mais cenas e mais completas deles em casa e quem sabe não poderiam lançar no cinema também (risos)…

Este slideshow necessita de JavaScript.

Obrigado por ler tudo isso pessoal, obrigado mesmo.

May the force be with you, always

~GreyJedi

Roteirista explica retorno de Palpatine (SPOILER)

Nunca é explicado no filme como Palpatine retorna em Rise of Skywalker, apenas vemos seu corpo deformado naquela maquina gigante, sabemos apenas que ele morreu mesmo em “O Retorno de Jedi” já que ele diz claramente “Eu já morri uma vez…”.

Resultado de imagem para palpatine rise of skywalker

Mas enfim, hoje foi explicado qual é a situação de Palpatine no episódio IX, aparentemente é mais uma “entidade” do que um ser vivo, ele está usando a Força para poder se agarrar ao minimo possível de vida, ele está com um pé no mundo dos vivos e o outro está no mundo dos mortos, por assim dizer.

Ele está muito mais fraco do que quando o vimos nos episódios anteriores, é praticamente uma possessão sombria, apenas uma fração do seu espirito está presente na galáxia. O roteirista do filme, Chriss Terrio, em uma entrevista recente, disse que:

“A fonte do mal é agora este espirito sombrio ansiando por vingança e com tempo contado. A entidade conhecida como Palpatine nesta versão -seu corpo morreu em O Retorno de Jedi – é paciente e esteve esperando.”

O mais provável é que o espirito de Palpatine está com pelo menos uma parte de seu espirito habitando aquele cadáver (que provavelmente é de um clone), e está fazendo de tudo para poder manter aquele corpo vivo, porém o mais interessante é que ele está bem fraco, por isso que seu plano não é voltar e governar a Galáxia e sim fazer com que Rey seja a Imperatriz em seu lugar e fazer com que os Sith retornem para a Galáxia, pois ele sabe que seus dias estão contados. É apenas depois de conseguir usar o “Force Drain” para roubar a essência da díade entre Ben e Rey para poder voltar a vida e então isso o ajudou a voltar a vida e a recuperar seu poder, ou pelo menos uma parte suficientemente grande dele para conseguir liberar uma tempestade de relâmpagos sobre os céus de Exegol.

Enfim, é isso que eu tenho para informar…

Boa sorte a todos e todas

May The Force be with you

~GreyJedi

A Verdade mais difícil de aceitar sobre Star Wars.

O filme do Han Solo vem aí em maio, todos sabemos que ele, Lando e Chewie vão sobreviver no final, o resto dos personagens não sabemos ainda e só saberemos quando o filme lançar, mas algo que se mantém em Star Wars, todo personagem que você ver na tela, sem exceção, vai morrer de uma forma ou de outra.

1504651882493

Estou dizendo isso aqui porque há pouco tempo vi um comentário estranho na internet de uma pessoa reclamando sobre o episódio VIII, dizendo que Star Wars é Luke Skywalker e que portanto Luke morrer, morre Star Wars (acredito que essa pessoa tenha vivido numa caverna desde 1983). Nessa mesma página há dois anos, tive de confrontar um cara que disse (algo como): o episódio VII “provou” que a figura central de Star Wars é Luke Skywalker (ele só aparece nos cinco minutos finais do filme, mas tá tudo bem).

yoda-and-bane-face-to-face

O que as vezes se torna difícil de aceitar é que o personagem principal de Star Wars não é Luke Skywalker, não é Anakin Skywalker, não é Obi Wan, não é Yoda, não é Leia. O personagem principal de Star Wars é em todos os termos a Força e o conflito Lado Sombrio, Lado da Luz e o que cada um desses lados pode representar.

9c2e7a8f3deab81263ff6e633718e524

Se você pegar por exemplo Rogue One, o tema da Força está lá por todo o filme, embora nenhum dos membros da equipe principal seja Jedi, e isso provavelmente vai acontecer no filme do Han Solo também, apesar dele não acreditar na Força, ela vai estar lá, ela sempre está.

Em The Clone Wars por exemplo, há vários episódios que são focados em Clones ou caçadores de Recompensa. Isso sem contar nas várias histórias que dá para ler no universo expandido que são, sim, Star Wars.

f7fb302f6d572829cd7608ab4b93dd4a68416a7b-2400x1200-838448174763

A verdade é que, segundo o próprio Kanan diz, a Força é tudo, então quando você vê um personagem em Star Wars você está vendo a Força.

Todo personagem também pode se transformar pela sua história, evoluir, tombar ou se redimir, essa é a essência da saga que conhecemos bem.

Só queria ver se poderia esclarecer esse “problema” que encontrei de pessoas apontando personagens principais aqui e ali e a verdade é que não há nenhum personagem que seja principal, e sim o “conjunto da obra”. Além de dizer que nossos personagens favoritos não morrem, apenas se transformam na força, como diz o nosso querido Mestre Yoda e tente se alegrar por isso.

Então Luke morrer não é “Uma afronta” a Star Wars, é apenas a Força (e a saga) seguindo seu caminho.

May the force Be with you.

~GreyJedi

The Last Jedi: Almirante Holdo e o plano da resistência. ~GreyJedi

Uma das críticas que eu mais vejo na internet sobre “Os últimos Jedi” é o fato da Almirante Holdo não contar o seu plano para o Poe e causar toda aquela confusão “desnecessária” no cassino de Canto Bright e no Star Destroyer de Snoke.

Muita gente achou essa parte do filme desnecessária, alegando que não deveria estar lá. Bem, nada em Star Wars é completamente desnecessário e eu pretendo explicar toda aquela cena da maneira que eu interpretei e que acho que pode ser usada para melhor vermos a genialidade do filme.

Screen Shot 2017-11-14(8).JPG

A primeira vez que Holdo e Poe conversam, é logo quando ela se torna líder temporária da resistência após todo o incidente que a Leia está no espaço e tal (outra cena que algumas pessoas não gostaram, mas os conhecedores de Star Wars sabem que é possível um sensível a força sobreviver no espaço desde Plo Koon na série The Clone Wars e Kanan na terceira temporada de Rebels). Provavelmente Holdo não tem um plano naquela cena, e convenhamos que Poe age de uma maneira que não seria muito bem aceita em qualquer tipo de hierarquia militar no mundo, mas o fato interessante é que, ficamos do lado de Poe, o herói, mesmo em seu momento mais “babaca” e mandão. Para ser sincero para você, eu até estava inclinado (da primeira vez que assisti) a pensar que Holdo poderia ser até uma traidora. E Poe cria aquele plano todo, com Finn e Rose, manda eles para Caro Bright onde eles encontram o DJ, depois voltam para a nave do Snoke, são capturados e DJ avisa que o plano é colocar a resistência nos transportes, e fugir. E tudo acontece como vocês já sabem.

f7645f097d4342ed9bdea214d3202ca3-f7645f097d4342ed9bdea214d3202ca3-0

Na segunda vez que Poe pergunta a Holdo sobre o plano, ele é ainda mais babaca com ela, e faz toda aquela cena chamando ela de traidora e covarde, qualquer pessoa em sã consciência ficaria um pouquinho nervosa de ser chamada dessas coisas e ela manda tirar ele da ponte.

Em qualquer ordem militar, sabemos que se você está numa patente mais baixa você não precisa saber de tudo o tempo todo, então é Poe que age errado desde o começo, e mesmo que você concorde ou não com esse tipo de estrutura, Poe só pergunta o plano de Holdo duas vezes, na primeira vez eu acredito que ela ainda não tenha um plano e na segunda vez eu acredito que ela tenha tido a intensão de dizer o plano mas ele, enfurecido causa toda aquela confusão.

leia

Agora a lição aqui é que, nem sempre nossos heróis estão certos, um dos grandes ensinamentos de Star Wars é que é uma história realista num ambiente irreal, os personagens estão sempre aprendendo, e para aprender você deve errar, não há ninguém que tenha nascido acertando tudo na vida e tenha aprendido alguma coisa com ela, isso também implica que os personagens de Star Wars mudam e mudam e mudam, assim como pessoas no mundo real, sempre mudando e aprendendo. Algumas pessoas reclamam que “Esse não é o Yoda e o Obi Wan que eu lembro.” ou “Esse não é o Luke que eu lembro” quando vão falar da nova trilogia ou da trilogia prequel, mas ainda bem que não é, porque se fosse, Star Wars não seria Star Wars.

Amilyn_Holdo_Ellen

Está bem, temos já o ensinamento, “Não, nem sempre os heróis estão certos” agora, temos uma reviravolta curiosa nessa cena. Os transportes da resistência estão escapando, DJ entrega o plano de Holdo. Os transportes começam a ser alvejados, Holdo vira o cruzador da resistência, e o faz destruir grande parte da frota da Primeira Ordem ali presente (ou toda ela). Aí está o ponto intrigante, se você pensar bem, se Por não tivesse mandado Rose e Finn para Cato Bright, que os fez encontrar DJ, que os entregou, esse evento (destruição da frota da Primeira Ordem) nunca poderia ter acontecido, por eles interceptariam o cruzador ao invés de ignora-lo em prol dos transportes. Então temos uma certa ironia do destino aí, apesar do plano de Poe ser um fracasso, ele tem um resultado que apesar de custoso pode ser considerado como um resultado “Bom”.

Então não é algo completamente desnecessário.

admiralackbar1_2_845df144

Querendo adicionar algo aqui, tem muita gente que queria que fosse Ackbar no lugar de Holdo, no sacrifício final. Ora, simples, se fosse Ackbar você com certeza ficaria do lado de Ackbar e não de Poe, você teria 100% de certeza que Ackbar estaria fazendo a coisa certa, não importa o que ele tivesse fazendo e a cena perderia importância.

Bem, é sobre isso que eu queria falar aqui, até o próximo texto e…

May The Force Be With You, Always.
~GreyJedi

“PANELA VELHA AINDA FAZ COMIDA BOA”

Calma, não é um artigo sobre a música do cantor Sérgio Reis, mas vai nessa linha. Esse artigo trata da Jedi Jocasta Nu, mais conhecida como a arquivista, bibliotecária e historiadora do templo, que conseguiu escapar da Ordem 66.

Presente nas últimas quatro edições da HQ “DARTH VADER 2017”, publicadas pela Marvel, Jocasta Nu, conseguiu ser uma Badass Jedi por alguns motivos como o fato de conseguir sozinha reunir em um planeta informações sobre a ordem Jedi e chegar a dar um pau em Vader e nos clones que restaram.

Foi surpreendente como a Marvel trouxe essa personagem novamente. Eu achava que ela havia morrido. Algumas HQs relataram que Jocasta havia sido assassinada por Anakin, mas Jocasta sobreviveu à ordem 66, se exilando em um planeta elaborando holocrons com mensagens e histórias da Ordem. Memória e bastante conhecimento para as novas gerações de Jedi que estavam por vir, sementes contra a maldade e que se aparecessem no planeta, descobririam uma verdadeira escola.

Um trabalho e tanto para uma senhora. (#nãoseesqueçamdetemmin)

Sem título
Para trabalhar desse jeito só com chá preto.

Na HQ de nº 8, parte do arco “Lua Minguante”, Jocasta retorna à Coruscant para pegar dados nas ruínas do antigo templo Jedi, quando se depara com o Grão Inquisidor folheando uma porção de livros da biblioteca, atrás de pistas de Jedi sobreviventes, bem como de conhecimentos que sempre foram negados a ele por Jocasta e está blasfemando os arquivos, jogando livro fora, chamando tudo aquilo de pilha de lixo. Aí já viu né? A senhora ficou endiabrada com o que considerou uma invasão e partiu para o combate contra o Inquisidor.

Sem título
Seu maldito, pára de jogar os meus livros no chão!

A certa altura Jocasta levava a pior, com o Inquisidor pronto para matá-la, mas quando parecia que seria vencida apareceu Vader dizendo que o imperador precisava de Jocasta viva.

Jocasta, seria para o imperador uma porta de entrada para descobrir segredos dos Jedi e dos Sith, além de ter as informações sobre todas as crianças sensitivas na Galáxia e também descobrir o que ela está tramando que poderá arruinar o Império.

A ex-bibliotecária do templo descobre que Vader é Anakin e responsável pela destruição da ordem e do templo Jedi e luta contra o lorde das trevas usando uma arma desconhecida que estava na seção de artefatos do templo. Uma das coisas que me chamaram a atenção é a fala de Jocasta para Vader:

Você é a ferramenta do Imperador, usado para esmagar o lado luminoso da força. Porém isso é impossível. A força é eterna, não pode ser extinta, parada, não até quando a vida existir.

Lembra-me muito a função de Kylo Ren na nova trilogia. Fiquei me perguntando o que ele queria dizer com “Eu vou terminar o que você começou”, quando encara a máscara do avô. Agora, sei que o papel de Kylo é eliminar o último Jedi. Porém sabemos que no universo Star Wars, o espírito não cessa com a morte do corpo e que portanto os Jedi sobrevivem. Uma das teorias já elaboradas para o próximo episódio é o Force Ghost de Luke Skywalker aparecendo, seja para auxiliar Rey ou para perturbar Kylo.

Voltando à história de Jocasta, a mestra acaba sendo morta por Vader, conforme já estabelecido no Universo Expandido, mas de uma maneira diferente, não sem antes encher a cabeça de Vader de dúvidas a respeito dos planos do imperador. Vader, destrói o arquivo de dados que continha a lista de todas as crianças sensitivas na galáxia. Uma ação de arrependimento por ter matado algumas delas no episódio III? Constrói-se a teoria de que Vader já tinha intenções de destruir o imperador?

Pode até ser que sim. Afinal, Anakin sempre foi um ser humano com conflitos que não se resolveram nem mesmo quando se tornou Vader. Mas é bom acrescentar que ele é um sith e dentre as características estão o egoísmo e o orgulho. A meta é ser sempre o braço direito do imperador, ser único, “o escolhido”, eliminando possíveis concorrentes. A “regra de dois” já não era muito seguida ali momentos iniciais da Velha República, quando Darth Tenebrous treinou outro aprendiz e Darth Plagueis não sabia e descobriu depois. Palpatine mantém a essência de ter vários aprendizes e esperar que a lei do mais forte prevaleça para que fique com aquele que mereça.